Por Érika dos Anjos |

Devido ao sucesso da campanha ‘ADM Solidária’ realizada pelo Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro no mês de setembro, quando foram arrecadados dezenas de quilos de alimentos não perecíveis que serão doados à entidades filantrópicas, a instituição decidiu mantê-la para este mês incentivada também pela chancela ‘Outubro Rosa’ que também contará com matérias e entrevistas sobre este assunto tão importante.

Este papel social do CRA-RJ é uma importante vertente de trabalho da atual diretoria, conforme explica o presidente do CRA-RJ, Adm. Wallace Vieira.

“O mundo é carente de humanidades, de humanismo, e a questão social carece como um todo no nosso país. Por isso, o CRA-RJ deve estar de corpo e alma nessas considerações associadas ao déficit social e à ambiência em que estamos inseridos”, afirmou o presidente, lembrando ainda que o Conselho é signatário do Pacto Global da ONU desde 2012.

Outubro Rosa

Movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, o Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, o câncer de mama é o segundo tipo mais comum, atrás apenas do de pele no Brasil. No entanto, é também o que causa mais mortes de mulheres, tendo sido a causa de 16.724 mortes femininas em 2017. Para este ano, a estimativa é que surjam mais 59.700 casos. Os sinais e sintomas mais comuns do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) endurecido, fixo e geralmente indolor. É a principal manifestação da doença, estando presente em mais de 90% dos casos;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido de um dos mamilos;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.

Para prevenir-se, todas as mulheres, independentemente da idade, devem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. Principalmente, porque a maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres através do autoexame. Alterações suspeitas precisam ser avaliadas pelo exame clínico das mamas e, se necessário, através de uma mamografia. Para maiores informações, acesse o site da Inca. Em breve, você terá em todas as mídias do CRA-RJ novos materiais sobre a doença, prevenção e a atual situação da saúde no Estado e no Brasil para combatê-la.

ADM Solidária

Dando continuidade à campanha ADM Solidária, o CRA-RJ continuará a arrecadar alimentos não perecíveis durante as próximas palestras que serão realizadas na sede da instituição. Confira aqui a agenda, inscreva-se e participe!