Por Érika dos Anjos – Jornalista

Através do cruzamento de dados, o Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro enviou um ofício para as 1.900 empresas que mais empregam profissionais da Administração em todo Estado. No documento, a instituição requisita um organograma, contendo nome, cargo e escolaridade dos ocupantes; relação nominal de todos os funcionários em funções de chefia, diretoria, assessoria, consultoria ou gerência. Com isso, o CRA-RJ visa ampliar ainda mais a busca pelo devido espaço dos profissionais registrados e que atuam na área administrativa.
De acordo com o coordenador de Fiscalização do Conselho, Adm. Paulo Cesar Coelho, esta ação de prospecção vem desde o ano passado e mais de 30% das empresas já responderam ao ofício. As próximas ações da fiscalização dependerão do que for respondido.

“Analisamos cada um dos processos individualmente. Neles, podemos ver se a pessoa que está exercendo aquele cargo privativo é profissional de Administração; caso seja bacharel, também pesquisamos se ele é registrado. Se não for, abrimos um processo individual para que se registre no Conselho. E se não for profissional da Administração, mas estiver exercendo um cargo privativo, solicitamos diretamente à empresa que essa pessoa seja substituída”, explicou o coordenador, lembrando ainda que todo esse movimento visa resguardar o mercado de trabalho, evitando que profissionais alheios à categoria assumam tarefas exclusivas do Administrador, o que pode culminar ainda em um processo por exercício ilegal da profissão.

A Fiscalização de pessoas físicas é uma das prioridades do setor, principalmente quando há a colaboração das empresas, o que vem acontecendo, já que há o pleno entendimento da necessidade de seguir a Lei Federal 4.769/65, que obriga o registro do profissional no devido CRA. No entanto, às pessoas jurídicas que não responderem as solicitações no prazo legal receberão o auto de infração por Sonegação de Informações/Documentos – Embaraço à Fiscalização com o valor de multa. Com a utilização dessa fiscalização inteligente e trabalho forte, o CRA-RJ visa novos postos de trabalho abertos para profissionais do Estado.

As empresas

De acordo com o levantamento feito pelo CRA-RJ, as maiores empregadoras de Administradores no Estado são a Petrobras, o BNDES, o Município do Rio de Janeiro, o Senac e os Correios. Dentre os dados também pode-se destacar dezenas de empresas de Energia, Transportes, Bens de Capital e Telecomunicações.