Devido à pandemia de Covid-19, diversas instituições de ensino fecharam as portas para atividades presenciais e inovaram com a tecnologia do ensino a distância. O modelo remoto ganhou destaque no último ano, mas, segundo pesquisas, já era uma tendência em ascensão antes mesmo da pandemia. 

Segundo os dados do Censo da Educação Superior, divulgado pelo Inep (Instituto de Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira), desde o ano de 2016 o número de matrículas em cursos presenciais, na rede privada de educação superior, tem diminuído, enquanto o EaD ultrapassou a marca de 2 milhões de alunos matriculados em 2018. Ainda de acordo com a pesquisa, em 2019 a rede privada teve 3.074.027 matrículas, sendo 50,7% EaD e 49,3% presencial.

O curso de Administração encontra-se entre os mais procurados pelos estudantes, independente da rede de ensino, tanto na modalidade presencial quanto no ensino a distância. Em 2019, foram contabilizadas 251.495 matrículas no curso EaD, ficando atrás apenas do curso de Pedagogia, na rede privada de educação. Já na rede pública de ensino, foram contabilizadas mais de oito mil matrículas no curso de Administração Pública.

Para o vice-presidente de Educação, Estudos e Pesquisa do CRA-RJ, Adm. Agamêmnom Rocha Souza, a grande procura pelo curso de Administração EaD demonstra uma peculiaridade da profissão: estar presente em todo o território nacional, independente de local, tamanho da empresa, seja ela pública ou privada. O professor também reconheceu a importância do EaD para estudantes que não têm condições de concluir uma graduação presencial.

“Não é à toa que está nessa colocação mencionada. O curso de Administração tem a característica de poder ser cursado a partir dos lugares mais distantes, o que é de grande importância, pois permite a absorção dos potenciais Administradores, que gostariam de fazer o curso de 4 anos presencial e não podem. É neste contexto também que se insere a UCAdm, que através dos seus cursos online complementa os conhecimentos vistos na academia”, concluiu o Administrador.

A modalidade foi regulamentada em 1996, com a promulgação da Lei nº 9.394, que permitiu às instituições credenciadas oferecer o ensino a distância, que cada vez mais conquista seu espaço por garantir aos estudantes a flexibilidade de horário, a possibilidade do aluno de estudar onde estiver, além do custo acessível. 

O CRA-RJ apoia essa modalidade de ensino e oferece aos seus registrados diversos cursos de capacitação na Universidade Corporativa do Administrador. Fique em dia com o seu Conselho e aproveite esse benefício.

Por Gleici Monteiro
Sob supervisão de Érika dos Anjos