Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Mantenedores de Ensino Superior (ABMES), em parceria com a Educa Insights, estima um aumento de matrículas em instituições de ensino superior particulares para o próximo ano. Os cursos da área de Negócios e Gestão estão entre os mais procurados e a vacinação do público mais jovem é um dos principais fatores que impulsionam o ingresso no ensino superior.

A terceira edição do levantamento “Observatório da Educação Superior: análise dos desafios para 2021” contou com a participação de 1.212 homens e mulheres, de 17 a 50 anos, que desejam ingressar em cursos de graduação presenciais e EaD ao longo dos próximos 18 meses.

Os dados da pesquisa demonstram que a vacinação contra a Covid-19 é um fator determinante na escolha de iniciar ou não um curso de graduação ainda este ano. Entre os entrevistados que tomaram pelo menos a primeira dose do imunizante, 39% desejam ingressar no ensino superior ainda este ano, e 41% no início de 2022. Entre os jovens que ainda não foram vacinados, apenas 16% responderam que têm intenção de começar a estudar no segundo semestre deste ano, enquanto 43% preferem aguardar o próximo ano letivo. Ainda de acordo com o levantamento, os cursos da área de Negócios e Gestão foram escolhidos por 20% dos participantes, sendo 12% na modalidade presencial e 30% em EaD, ficando atrás apenas dos cursos da área da Saúde. 

Segundo o diretor-presidente da ABMES, Celso Niskier, o atraso de mais um semestre na procura pelo ensino superior pode aumentar o risco de falta de mão de obra qualificada no mercado e prejudicar a retomada econômica no país. Segundo o especialista, em entrevista ao Portal G1, esse efeito já “vem sendo sentido em vários setores, entre eles, o de Tecnologia da Informação”. 

No entanto, para o diretor de Educação, Estudos e Pesquisa do CRA-RJ, Adm. Agamêmnom Rocha Souza, apesar de todas as circunstâncias pelas quais o mundo passa em função da pandemia, devemos ser otimistas pois “tudo faz crer que em 2022, dada a continuidade da vacinação, essa procura vai ser maior fazendo com o que a Administração, e outros cursos na área de Negócios, permaneçam vivos e sendo procurados por aqueles que desejam ingressar no ensino superior”.

O último Censo da Educação Superior, publicado em outubro de 2020, revelou que a rede privada concentra mais de 6,5 milhões de alunos, o equivalente a 75,8% do sistema de educação superior. Ou seja, de cada 4 estudantes de graduação, 3 frequentam uma instituição privada. Ainda segundo o Censo, a Administração é o segundo curso mais procurado, somando mais de 300 mil matrículas na modalidade presencial e 251.495 no Ensino a Distância. Para o Adm. Agamêmnom, a grande procura pelo curso de Administração demonstra uma peculiaridade da profissão: estar presente em todo o território nacional, independente de local, tamanho da empresa, seja ela pública ou privada.

Se você está é um estudante da Administração, ou área correlata, não perca tempo e solicite já a sua Carteira do Estudante da Administração (CEA). Os alunos portadores da CEA podem acessar gratuitamente os cursos da UCAdm e ainda tem descontos em cinemas, teatros, shows, exposições e entre outros. Acesse o Autoatendimento, garanta já o sua e aproveite todos os benefícios que o CRA-RJ oferece.

Por Gleici Monteiro
Sob orientação de Érika dos Anjos